Por Eduardo Luiz
14/05/2022, 19h44

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Após o Verdão derrotar o Red Bull Bragantino no Allianz Parque, vencendo pela primeira vez no Allianz Parque pelo Brasileirão (em 3 rodadas), o técnico Abel Ferreira analisou a atuação do time. Ele aprovou o que viu em campo.

“Acho que fomos justos vencedores. Nosso segundo gol tinha que ter saído mais cedo. O Palmeiras é como um martelo. Dá tudo até o fim. Foram dois gols, mas poderia ter sido mais. Foram detalhes que faltaram para não fazer mais. Na verdade, fizemos três gols (um foi anulado). Na minha opinião, foi uma boa partida nossa”, iniciou o treinador.

Na sequência o português elogiou o adversário: “Já disse várias vezes que gosto muito dessa equipe (Bragantino). Eles vem dividir o jogo, vem para jogar. Parabéns ao Bragantino. Tem excelentes jogadores, um ótimo treinador. É uma equipe que joga sem muita pressão do resultado, é mais para vender e formar jogadores, mas gosto de jogar contra esse tipo de equipe”.

Por fim, Abel mostrou-se indignado com o acréscimo que o árbitro deu no segundo tempo: “Se tiver que dar 7 minutos por causa das substituições, então que façam isso sempre. Eu não entendi os 7 minutos. Fui até perguntar: ‘Conseguem me explicar por que um time que veio aqui jogar para ganhar, que não veio aqui jogar para não perder, vocês dão 7, e contra o Fluminense vocês dão 5? Fiquei maluco”.

O próximo jogo do Palmeiras pelo Brasileirão será no próximo sábado (21/5) contra o Juventude, em Caxias. Antes, na quarta-feira (18/5), o Verdão receberá o Emelec pela 5ª rodada da fase de grupos da Libertadores.