Por Eduardo Luiz
21/06/2022, 14h31

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Autor das duas assistências para os gols da vitória de virada do Verdão sobre o São Paulo, segunda-feira, no Morumbi, o meia Gustavo Scarpa chegou a 50 passes para gols desde que chegou ao clube, em 2018. Canhoto, o camisa 14 “inovou” e usou o “pé ruim” para dar a assistência para Gómez. Ao site oficial ele falou sobre o feito.

“Eu treino bastante a minha perna direita em cruzamentos, viradas de jogo, finalizações e até em escanteios e faltas. Fico feliz porque, quando dá certo, é bom para toda a equipe e mostra o quanto a gente trabalha. E estou trabalhando para sempre aumentar o meu repertório porque às vezes o pessoal fecha muito no meu pé esquerdo”, disse o meia.

Na sequência Scarpa falou sobre o fato de o Verdão ser muito forte no jogo aéreo: “É bom demais ter caras bons na área, me dá confiança. A minha função é simplesmente colocar a bola em um lugar específico porque eu tenho certeza de que algum deles, seja Gómez, Murilo, Luan ou Rony, vai tocar na bola e é muito legal quando dá certo porque são jogadas que treinamos muito. A gente sabe que as equipes tentam marcar e se defender, mas a gente tenta se adaptar a isso com posicionamentos e tipos de batidas diferentes. Vem dando certo”.

Com contrato até dezembro, Scarpa já manifestou a vontade de atuar no futebol da Europa. De 2018 para cá, além das 50 assistências o meia marcou 38 gols em 204 partidas.