Por Eduardo Luiz
23/01/2022, 18h00

Zé Rafael e Dudu fizeram os belos gols da vitória alviverde no primeiro jogo oficial da temporada.

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Primeiro tempo

Com os 11 titulares da final da Libertadores em campo, o Palmeiras iniciou o jogo encontrando duas dificuldades além da falta de ritmo: o calor e a retranca do Novorizontino. Aos 2 minutos Rony experimentou de fora da área, fácil para o goleiro. A resposta dos mandantes não demorou: aos 10, após cobrança de falta, Bruno Aguiar subiu sozinho e escorou por cima do travessão.

Depois da finalização do Novorizontino, o Verdão devolveu na mesma moeda. Aos 11 minutos Scarpa cobrou escanteio e Luan escorou à direita do goleiro. A partida acontecia pelo alto. Aos 16, depois de cruzamento da esquerda, Léo Baiano concluiu para fora. No contra-ataque, Dudu deu bom passe para Mayke, mas o goleiro foi mais rápido e travou o lateral.

Aos 23 minutos enfim uma jogada melhor trabalhada pelo Palmeiras: Scarpa cruzou para Mayke, o lateral ajeitou de cabeça para Zé Rafael chutar forte e parar em boa defesa de Giovanni; no rebote Danilo isolou. Aos 27, o camisa 14 descolou outro bom passe, esse por baixo, mas Rony não chegou para conferir.

Após um breve período sem se emoção, o jogo voltou a esquentar nos minutos finais do primeiro tempo. Aos 38, Dudu enfiou para Zé Rafael, mas o volante foi bloqueado por Bruno Aguiar. Aos 41 minutos Scarpa recebeu de Piquerez e tocou para Rony fintar um marcador e chutar no contrapé do goleiro, que nem se mexeu; a bola saiu rente à trave.

Numa rara descida ao ataque, aos 44 minutos o Novorizontino quase abriu o placar: Danielzinho foi lançado nas costas de Mayke e quis fazer um golaço, mas não conseguiu. No minuto final da etapa inicial Rony surgiu bem como pivô e ajeitou para Zé Rafael chutar de canhota, com estilo, no canto esquerdo do goleiro: 1 a 0. Nem deu tempo para nova saída.

continua após a publicidade

Segundo tempo

O segundo tempo começou como terminou o primeiro, ou seja, com gol do Palmeiras. Logo aos 36 segundos Scarpa inverteu o jogo, Raphael Veiga resvalou de cabeça e Dudu dominou; o camisa 7 fintou seu marcador e a exemplo de Zé Rafael acertou um belo chute com o pé esquerdo: 2 a 0.

Em desvantagem, o Novorizontino abdicou da postura defensiva. Aos 9 minutos Danielzinho tocou para Michel Douglas chutar torto, para fora. Aos 14, Danielzinho resolveu tentar sozinho e levou perigo à meta de Weverton num chute cruzado. No minuto seguinte foi a vez de Marcinho arriscar, mas mandou fraco, fácil para o camisa 21 Palmeirense.

Após as três chances seguidas do adversário, o Verdão respondeu aos 17 minutos: Scarpa deu bom passe para Zé Rafael chutar em cima do goleiro, que fechou bem o ângulo. Logo na sequência o técnico Abel Ferreira começou a rodar o elenco. Dudu, Scarpa e Zé Rafael deram lugar a Veron, Wesley e Atuesta. Depois da parada para reidratação, Abel promoveu outras duas estreias: Murilo entrou no lugar de Luan, e Rafael Navarro substituiu Raphael Veiga.

Percebendo que o Novorizontino não conseguiria mais reagir, o Palmeiras diminuiu o ritmo mas não deixou de buscar o terceiro gol. Aos 45 minutos, após lançamento para Rony, o goleiro pegou a bola fora da área. A infração foi assinalada pelo VAR, e o árbitro expulsou Giovanni. Com as 5 substituições já realizadas, o volante Léo Baiano foi para o gol. Atuesta cobrou a falta por baixo, rente à trave direita do “goleiro”.

Aos 50 minutos o colombiano teve mais uma chance em outra cobrança de falta, mas mandou por cima do travessão. E foi só. Com a vitória em Novo Horizonte o Palmeiras estreia na temporada e no Campeonato Paulista somando 3 pontos.

O Verdão volta a campo já na quarta-feira (26/1) para enfrentar a Ponte Preta, às 21h35, no Allianz Parque.

Notícias relacionadas: