Por Eduardo Luiz
05/06/2020, 01h02

(Foto: Cesar Greco/Ag.Palmeiras)

Ciente da busca do técnico Vanderlei Luxemburgo por um novo lateral-direito – a contratação de Daniel Muñoz não deu certo (foi vendido pelo Atlético Nacional para um time da Bélgica), o volante Gabriel Menino se colocou à disposição do comandante Palmeirense para voltar às origens e assim conquistar uma vaga de titular.

“Joguei de lateral na base do Guarani, como ala em um esquema com três zagueiros. No Palmeiras, o Wesley (Carvalho, do Sub-20) me colocou de lateral muitas vezes, o Artur (Itiro, do Sub-17) também. Quando o Luxa chegou e falou que sabia que eu já tinha jogado na lateral, me deu confiança e liberdade” comentou o camisa 25, que antes da paralisação jogou como lateral no clássico contra o Santos.

Com conhecimento nas duas posições, Gabriel Menino disse não ter uma preferência: “Tento me manter sempre entre os titulares. Quando eu treino fico vendo o que errei para fazer melhor depois, me cobro muito. Meu desafio é estar entre os 11, estar sempre brigando por uma vaga” disse o jogador, em live promovida pela TV Palmeiras.

Ao ser perguntado se toparia ser efetivado na ala, Menino não hesitou: “Aceitaria porque ia jogar e mostrar meu futebol. Estar jogando é o que importa. Estando entre os 11, jogo até no gol se precisar” encerrou.

Luxemburgo tem atualmente Marcos Rocha e Mayke à disposição para a lateral-direita. O primeiro iniciou a temporada como titular, enquanto que o segundo sofreu com seguidas lesões.