Por Eduardo Luiz
17/08/2020, 13h33

(Foto: Cesar Greco/Ag.Palmeiras)

Na mesma entrevista em que bancou a permanência do técnico Vanderlei Luxemburgo, o presidente Maurício Galiotte também falou sobre o assédio de clubes europeus aos garotos da base, e um nome foi discutido abertamente: Patrick de Paula, que entrou no radar do Benfica.

Confirmando o interesse da equipe de Portugal e de outros clubes no jovem volante, o presidente afirmou que a intenção inicial do Palmeiras é manter não só Patrick como os outros garotos, mas ressaltou que por se tratar de um ano atípico, com perda de receitas por causa da pandemia do novo coronavírus, o clube não descarta negociar algum deles.

“O Patrick é um grande jogador, um grande talento. Não é só esse clube, é bom ressaltar, tem outros clubes. Nosso objetivo é manter essa garotada. São vários que estão hoje na equipe principal, o que sempre foi um desejo e neste ano estamos implementando” iniciou Galiotte.

“Este ano é atípico, os clubes passam por uma situação muito difícil. Temos que ter equilíbrio, fazer as coisas com os pés no chão. Os clubes precisam de receita, e a única receita que pode ser um valor adicional, dinheiro novo, é a venda de jogadores. Nossa ideia é que os meninos permaneçam, mas temos que administrar o clube. Tudo tem que ser feito com muita calma e responsabilidade” completou o presidente.

Patrick de Paula, de 20 anos, tem contrato com o Verdão até dezembro de 2024. O clube é dono de 100% dos seus direitos econômicos, e a multa rescisória é superior a R$ 600 milhões.