Por Eduardo Luiz
15/12/2022, 11h56

(Foto: Fabio Menotti/Palmeiras)

Agora é oficial: Endrick é do Real Madrid, mas permanecerá defendendo o Palmeiras até julho de 2024, quando completar 18 anos. Os valores da transação não foram revelados.

A venda do fenômeno da base alviverde foi confirmada pelos dois clubes no final da manhã de quinta-feira. “Palmeiras, Real Madrid-ESP e os representantes do atacante Endrick chegaram, nesta quinta-feira (15), a um acordo para a transferência do jogador ao clube espanhol em julho de 2024, quando ele completará 18 anos. Os termos e valores da operação são confidenciais”, publicou o Verdão.

Já o Real comunicou o acerto da seguinte maneira: “O Real Madrid C. F., a Sociedade Esportiva Palmeiras, Endrick e sua família chegaram a um acordo que permite ao jogador ingressar no Real Madrid quando atingir a maioridade legal em julho de 2024. Até lá, Endrick seguirá treinando com a S. E. Palmeiras. O jogador deslocar-se-á a Madrid nos próximos dias para conhecer as instalações do clube”.

Apesar de manter os valores em sigilo, a presidente Leila Pereira afirmou que foi a maior venda da história do futebol brasileiro: “Concretizamos a maior negociação da história do futebol brasileiro. A proposta do Real Madrid é compatível com o enorme talento do Endrick e corresponde às metas esportivas e financeiras que estabelecemos desde o início das tratativas”.

Na Espanha, jornais como AS, Marca e Sport informaram que o Real desembolsará 72 milhões de euros, sendo 60 milhões livres de impostos, mas da seguinte maneira: 35 milhões fixos e 25 milhões em metas. Não se sabe, também, como será a divisão do dinheiro, nem se haverá parcelamento.