Por Eduardo Luiz
05/10/2022, 04h29

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

O Palmeiras publicou no site oficial o balancete do mês de agosto, que mostra como o clube esteve financeiramente até o oitavo mês do ano. Os números foram aprovados pelo COF.

O Verdão arrecadou R$ 536,4 milhões e acumulou um superávit de R$ 36,2 mi até agosto.

A dívida total do clube estava em R$ 505 milhões, sendo que pouco mais da metade disso (R$ 270 mi) era de curto prazo, ou seja, para ser quitada em até 12 meses.

Especificando a dívida com a Crefisa, o Palmeiras conseguiu baixar da casa dos R$ 100 milhões pela primeira vez no ano; o montante devido à empresa da presidente Leila Pereira era de R$ 83 milhões em agosto (sendo R$ 13 mi de curto prazo).

Torcida ajudando: apenas em agosto o programa de sócio-torcedor rendeu aos cofres alviverdes R$ 5,9 milhões, R$ 1,1 mi a mais que no mês anterior. No acumulado de 2022 a arrecadação com o Avanti foi de 31,7 milhões.

Veja abaixo as principais fontes de renda até agosto:

  • Direitos de transmissão: R$ 111,3 milhões
  • Publicidade e patrocínio: R$ 94,4 milhões
  • Arrecadação com jogos: R$ 41,5 milhões
  • Negociações: R$ 164,6 milhões
  • Avanti: R$ 31,7 milhões
  • Licenciamentos: R$ 13,7 milhões
  • Premiações: R$ 34,8 milhões
  • Social: R$ 32 milhões