Por Eduardo Luiz
11/04/2022, 15h40

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, a presidente Leila Pereira minimizou o fato de o Palmeiras não ter no elenco um centroavante de peso, peça reclamada pelo técnico Abel Ferreira desde antes dela assumir.

“Nós não temos um camisa nove e fizemos quatro (contra o São Paulo, na final do Campeonato Paulista). Não temos o camisa nove, mas olha quantos títulos. Futebol não é ciência exata. Pode ser que venha um 9 e não encaixe. Mas compreendo o nosso torcedor. Ele é o maior patrimônio do clube”, disse Leila.

Sem conseguir trazer um 9, a presidente avisou que não vai vender os destaques do time: “Torcedor cobra muito as contratações. Isso é definição do nosso técnico. A Crefisa é um banco. O Palmeiras, não. O Palmeiras precisa de investimento para contratar bons jogadores. Por exemplo: eu não vendo atleta que está jogando bem” iniciou.

“As pessoas me perguntam como vou fazer para segurar tal jogador. Simples, ele tem contrato e é para ser cumprido. Se pagar a multa, tudo bem. Caso contrário, não vendo. O Palmeiras não é para estar com o caixa abarrotado de dinheiro. Os recursos têm de existir para investir no futebol. O Palmeiras precisa conquistar títulos e só se conquistam títulos com os melhores”, completou.

Do elenco que conquistou dois títulos em 2022 (Recopa Sul-Americana e Paulista), o volante Danilo é apontado como principal alvo do mercado internacional. Mesmo com o “aviso” de Leila, o clube sabe que pode receber propostas pelo camisa 28 na janela do meio do ano.