Por Eduardo Luiz
19/10/2022, 00h07

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Fora de combate há exatos 50 dias – se lesionou no jogo de ida da semifinal da Libertadores contra o Athletico-PR, em 30/8, o meia Raphael Veiga passou por artroscopia no tornozelo direito no começo de setembro, e desde então realiza tratamento no Academia de Futebol e também em casa.

Ao site oficial, o camisa 23 comemorou o avanço na recuperação: “O trabalho tem surtido efeito muito rápido, tenho até falado com os fisioterapeutas e com os médicos. Desde a cirurgia até hoje, já estou correndo em campo, esteira, fazendo quase tudo normal”, comentou o meia, que apesar do ânimo, tem poucas chances de voltar a atuar ainda em 2022, já que a temporada acabará em 25 dias.

“Claro que ainda tem um processo para melhorar algumas coisas, mas o pior já passou. Estou feliz com a evolução, é um período que, mesmo fora do campo, tenho encarado com leveza e vivido um dia de cada vez, sempre melhorando”, completou.

Por fim, Raphael Veiga falou como é ser apenas um torcedor do Verdão, que está a 11 pontos de confirmar o título do Brasileirão, campeonato que ele disputou 19 jogos e marcou 3 gols.

“É mais difícil porque não podemos fazer nada. De fora, você se sente impotente. Dentro, quando você está lá, você sente o que está acontecendo, é diferente. Mas é um momento que tenho de passar, não tenho o que fazer a não ser tratar e me recuperar. O time está muito bem, quem tem jogado tem jogado bem. Temos feito bons jogos e vamos conseguir, se Deus quiser, ser campeão” encerrou.