Por Eduardo Luiz
08/04/2021, 00h37

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Depois do Palmeiras derrotar o Defensa y Justicia fora de casa pelo jogo de ida da Recopa Sul-Americana, o técnico Abel Ferreira analisou a atuação do time, que esteve longe de desempenhar um grande futebol, mas que foi eficiente e competitivo.

Para o comandante alviverde, o Verdão sentiu a falta de ritmo, já que o Campeonato Paulista está paralisado e o grupo teve férias escalonadas (o último jogo foi em 24/3 e o elenco se reuniu por completo pela primeira vez na última sexta-feira).

“Parabéns aos meus jogadores. Paramos em grupos, alguns jogadores chegaram mais tarde (da folga) e fizeram pouco tempo de preparação, e é fácil perceber isso contra um adversário que vem com dois meses de futebol seguidos. Agora estamos começando a carregar a nossa bateria. Mas o importante é isso, uma equipe como o Palmeiras tem de ganhar os jogos” comentou o técnico.

Abel também admitiu que demorou um pouco a promover as primeiras alterações, o que aconteceu apenas depois do gol de empate: “Fazendo uma crítica a mim próprio, deveria ter mudado uns 5 minutos ou 10 mais cedo. O Felipe Melo estava fazendo seu 1º jogo (na temporada), o Zé Rafael vinha de recuperação, assim como o Raphael Veiga”.

Na próxima quarta-feira (14/4) o Palmeiras tem a vantagem do empate para conquistar a Recopa. O jogo de volta acontecerá em Brasília.