Por Eduardo Luiz
07/11/2020, 01h02

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

De titular absoluto especulado em gigantes europeus a reserva que não entra mais nos jogos, a situação do volante Patrick de Paula foi tema da entrevista coletiva virtual que o técnico Abel Ferreira concedeu após a vitória de quinta-feira sobre o Red Bull Bragantino, no Allianz Parque, pela Copa do Brasil.

Mesmo com menos de uma semana de clube, o português justificou o motivo de não ter promovido a entrada do camisa 5 dizendo que Felipe Melo está em grande fase, e que Danilo está mostrando bom desempenho nos treinamentos, sugerindo que Patrick faça o mesmo.

“Não olho a idade, olho a qualidade, o empenho, a vontade nos treinos de querer jogar. O Felipe Melo está muito bem, não facilita uma, o Danilo também treina bastante, porque quer ter uma oportunidade. O De Paula tem que mostrar nos treinos que quer também, e só há uma forma de convencer o treinador: nos treinos” disse o técnico.

“Todas as minhas decisões têm uma intenção clara: o melhor para a equipe, não para o Patrick ou para o Felipe. A partir disso tomo minhas decisões” completou o novo comandante Palmeirense.

O último jogo que Patrick de Paula disputou foi em 25/10 contra o Atlético-GO, em Goiânia (vitória por 3 a 0). Na ocasião o volante iniciou como titular, mas foi substituído por Ramires no segundo tempo. Depois o garoto ficou como opção contra o Red Bull Bragantino (nos 2 jogos da Copa do Brasil), e também contra o Atlético-MG, sem entrar em nenhuma dessas partidas.