Por Eduardo Luiz
05/05/2021, 10h14

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Depois da vitória sobre o Defensa y Justicia pela Libertadores, o técnico Abel Ferreira voltou a falar sobre a insanidade do calendário no futebol brasileiro, em especial envolvendo o Campeonato Paulista, da FPF, que marcou o clássico contra o Santos já para amanhã (06/5), no Allianz Parque.

Recordando um fato da primeira rodada, quando a federação marcou o jogo de estreia contra o Corinthians para a semana da final da Copa do Brasil, o português esculachou a entidade e disse que não tem como valorizar um torneio que a própria organizadora não valoriza.

“Contra o Corinthians, pedimos para adiar o jogo e não adiaram. Nós pedimos para não meterem o jogo do Corinthians no meio da Copa do Brasil e ninguém quis saber de nada” disse o técnico.

“Quando a própria organização não quer saber do Paulista, nós vamos ter que priorizar a Libertadores. Vamos fazer nosso melhor no Paulista. Se der para ganhar, ganhamos. Se não der para ganhar, seguimos em frente como vamos fazendo, dando nosso melhor a cada jogo” completou.

Sobre a montagem do time para o jogo de amanhã, Abel comentou: “Se tivermos que entrar com o sub-17, vamos com o sub-17. Ou com o sub-20. Vamos tentar escalar a melhor equipe, mas sabendo que tem jogadores que jogaram hoje (terça-feira) e não podem jogar daqui a dois dias. Já temos jogadores lesionados, fruto da pandemia e da organização dos jogos que nada tem a ver com a organização do treinador ou da estrutura de futebol do Palmeiras, que quer entrar para vencer todas as competições”.