Por Eduardo Luiz
22/10/2021, 01h04

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

A divulgação por parte da Conmebol dos preços dos ingressos para a final da Libertadores – de 200 a 650 dólares, indignou não apenas os torcedores como também os jogadores do Palmeiras. Num intervalo de três dias dois dos líderes do elenco alviverde criticaram os valores; primeiro foi Dudu, diretamente no Instagram da Conmebol, depois Weverton, em entrevista à TV Gazeta.

“Às vezes, quem não tem tanta condição não tem a oportunidade de ver o clube participar de um momento importante. Ficamos tristes por isso. Acho que, nesse momento, não dá pra escolher. Mas não cabe a nós essa decisão. Lógico que queríamos que fosse mais barato, para dar acesso a qualquer tipo de torcedor, porque todos são importantes para a gente”, declarou o camisa 21.

“Nós, jogadores e o clube, não temos muito o que fazer diante da situação. É uma coisa imposta, que temos que acatar. A gente fica triste, porque, numa hora dessas, existe o torcedor que tem mais condição e o que tem menos. E quem vale mais? Os dois valem o mesmo tanto” completou Weverton.

No dia da divulgação dos preços – de R$ 1.100,00 a R$ 3.600,00 pela cotação atual do dólar – o atacante Dudu expressou sua indignação diretamente num post da Libertadores: “Muito caro o ingresso, tem que ser mais barato”, publicou o camisa 43 (veja abaixo).

Contando passagem, hospedagem, alimentação e ingresso, estima-se que um torcedor (de Palmeiras ou Flamengo) gastará entre R$ 9 e 12 mil para assistir à final do dia 27/11, em Montevidéu, no Uruguai.