Por Eduardo Luiz
29/05/2023, 08h00

VAR que anulou gol de bicicleta de Rony já tinha prejudicado o Palmeiras contra o Tombense
(Foto: CBF/Divulgação)

Rodrigo D’Alonso Ferreira, árbitro de vídeo que anulou o gol legal de Rony no empate com o Atlético-MG, já tinha prejudicado o Palmeiras em outro jogo em 2023, contra o Tombense, pela Copa do Brasil.

Na ocasião, Rodrigo usou método semelhante: escolheu um ângulo esquisito para determinar impedimento de Rony antes de Luis Guilherme fazer 2 a 0. Pouco depois o adversário empatou. Na revisão divulgada pela CBF, chamou atenção o fato de alguém da equipe de arbitragem questionar: “Não tem linha?” (do ângulo de impedimento).

Relembre abaixo a jogada:

Mais lidas do PTD:

1. Leila Pereira diz que não conseguiu trazer reforços por falta de segurança do Brasil

2. Presidente diz que torcida é contraditória ao criticar preços dos ingressos

3. Veja o lance ignorado pela mídia que causou a ira de Abel contra o Grêmio

4. Palmeiras pode propor parceria à Samsung para quitar dívida deixada por Belluzzo

5. Veja o ranking de títulos nacionais após o fim da Copa do Brasil 2023