Por Eduardo Luiz
27/12/2022, 09h03

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Assim como fez o atacante Dudu, o meia Bruno Tabata não esperou o dia 2 de janeiro e já começou a treinar presencialmente na Academia de Futebol. Após a atividade de segunda-feira, o camisa 27 explicou o retorno antecipado.

“Quando cheguei ao Palmeiras, morei na Academia de Futebol por cerca de dois meses. Para mim, foi muito importante para conhecer quem trabalha no clube, o pessoal da cozinha, seguranças. Agora, com o nascimento do meu filho, voltei para São Paulo e preferi fazer os treinos aqui. O clube tem uma estrutura fenomenal e posso aproveitar, pois as férias já acabaram. Temos de trabalhar porque ano que vem será importante, com grandes desafios, e todos devem estar à altura”, disse o jogador, ao site oficial.

Contratado em agosto, Tabata teve poucas oportunidades – atuou em apenas 15 jogos e não fez gols, mas ele fez uma avaliação positiva da temporada que se encerrou.

“O ano de 2022, sem dúvida, vai ficar marcado, não só em termos esportivos, mas também pessoais. Tive o nascimento do meu filho agora, uma sensação indescritível. Em Portugal, em janeiro, comecei o ano conquistando um título, e agora no Palmeiras outro tão importante como o Brasileiro. Fico muito feliz e só me dá mais vontade para trabalhar para que 2023 seja um ano ainda melhor”

O meia concluiu detalhando suas expectativas para a próxima temporada: “Espero que 2023 seja um ano de muitas conquistas para o Palmeiras, que eu possa ajudar o clube dentro do meu melhor e que possamos cumprir os objetivos e as expectativas da diretoria, do staff técnico, da torcida. Que seja um ano fenomenal para mim, para meus companheiros e para a torcida”.