Por Eduardo Luiz
20/10/2021, 14h37

(Foto: Fabio Menotti/Palmeiras)

O Palmeiras publicou no site oficial o balancete do mês de agosto, que mostra como o clube esteve financeiramente até o oitavo mês do ano. Os números foram aprovados pelo COF.

Até agosto o Verdão teve uma receita de R$ 606 milhões; a venda de Viña à Roma e o empréstimo de Borja ao Grêmio, operações que renderam aproximadamente R$ 55 milhões ao clube, já foram contabilizados.

A dívida total do clube aumentou se comparado ao último demonstrativo; passou de R$ 492 mi para R$ 521 mi, sendo que R$ 295 milhões são de curto prazo (para ser paga em até 1 ano).

Com os R$ 606 milhões que realizou até agosto, o Palmeiras praticamente atingiu o orçamento de toda temporada, que previa uma arrecadação de R$ 607 milhões; a tendência é que o clube supere a marca de R$ 800 milhões de faturamento em 2021, podendo beirar os R$ 900 mi se conquistar novamente a Libertadores.

Confira abaixo os números:

  • Receita até agosto: R$ 606 milhões
  • Superávit acumulado no ano: R$ 76 milhões
  • Superávit em agosto: R$ 20,6 milhões
  • Endividamento: R$ 521 milhões (em dezembro de 2020 era R$ 617 mi)
  • Dívida de curto prazo: R$ 295 milhões