Por Eduardo Luiz
13/03/2022, 20h48

Weverton: 7,0
Uma boa defesa, já nos acréscimos do segundo tempo.

Mayke: 7,5
Fazia um jogo muito bom até sofrer uma lesão feia no tornozelo. Que não seja grave.

Marcos Rocha: 5,5
Entrou desligado, cometendo faltas bobas e dando espaços aos pontas santistas.

Kuscevic: 7,0
Sem muito trabalho. Sofreu o pênalti que resultou na vitória.

Gómez: 7,0
Longe das melhores atuações, mas sem comprometer.

Jorge: 7,5
Bom jogo. E quase fez um golaço.

Jailson: 6,5
Outro que não rendeu o que pode. Cedeu alguns espaços aos meias do Santos, principalmente na reta final do segundo tempo.

Zé Rafael: 6,5
Começou mal. Se encontrou ao longo do jogo, até sair.

Wesley: 6,0
Entrou mal, sem objetividade.

Raphael Veiga: 8,0
Não vive a melhor fase técnica, mas novamente foi importante ao cobrar com perfeição o pênalti.

Deyverson: 6,0
Disputou cada bola como um prato de comida. Tá desesperado pela renovação…

Scarpa: 6,5
Atuação discreta. Cobrou bem alguns escanteios. Pouco.

Atuesta: 6,0
Não conseguiu melhorar a produção do time.

Dudu: 8,0
O melhor do sistema ofensivo. Criou algumas situações, mas os companheiros não estavam inspirados.

Rony: 6,5
Pra variar, se matou em campo. Mas apanhou da bola. Não foi noite do camisa 10.

Rafael Navarro: 6,0
Leva nota pela participação.

Abel Ferreira: 7,0
Poupou alguns titulares e viu o time misto repetir o roteiro de jogos recentes: foi superior, criou muitas chances não não converteu. Até nisso existe um padrão. Valeu pela vitória em outro clássico. Que venha o terceiro, que por todo contexto será muito mais complicado.