Por Eduardo Luiz
16/02/2022, 21h09

Weverton: 6,0
Sem trabalho debaixo das traves, mas vacilou em duas saídas de bola, o que não é normal. Leva desconto por causa da viagem (foi o único titular escalado por Abel).

Mayke: 7,0
Boa atuação do lateral. Merece mais chances.

Kuscevic: 6,5
Jogo ok do chileno.

Murilo: 8,0
Mais uma boa atuação e outro gol. Surpreendente seu começo.

Jorge: 6,5
Discreto no primeiro tempo, melhorou na parte final do segundo.

Jailson: 7,0
Fez o “trabalho sujo” com extrema eficiência. Outro reforço que inicia bem a temporada.

Gabriel Menino: –
Entrou faltando 10 minutos, quando o jogo estava resolvido.

Patrick de Paula: 7,5
Mostrou que não sentiu o corte no Mundial, e mais que isso: quer reconquistar espaço. Participou das melhores chances do time.

Raphael Veiga: –
Teve tempo para mostrar serviço, mas quase não participou do jogo. Fica sem nota por isso.

Atuesta: 6,0
Oscilou durante o jogo. Ainda está procurando entender como pode ser útil. Em relação aos últimos jogos, houve uma discreta evolução.

Veron: 6,5
Correu feito um condenado. Em alguns momentos conseguiu criar boas jogadas, em outras só gastou fôlego.

Breno Lopes: 7,0
Fez o segundo gol.

Wesley: 6,0
Fominha lá na frente, desligado lá atrás.

Rony: 6,5
Entrou bem. Participou da jogada do segundo gol.

Rafael Navarro: 6,0
Vontade não faltou. A exemplo de Atuesta, ainda precisa se encontrar.

Deyverson: 6,0
Entrou com o “modo biruta” ativado e incomodou a defesa adversária.

Abel Ferreira: 7,0
Armou um “Time B” muito competitivo e que dominou a Ferroviária. Foi bom para dar ritmo a alguns jogadores, como kuscevic, que quase não vinha sendo aproveitado, e para mostrar aos cortados no Mundial que serão importantes ao longo do ano. As mexidas também foram boas.