Por Eduardo Luiz
06/10/2021, 23h53

Jailson: 6,0
Sem culpa nos gols. Fez duas boas defesas ao longo do jogo.

Luan: 5,0
Poucas disputas por seu lado, mas não passou confiança.

Kuscevic: 5,0
Jogou por dentro. Teve trabalho pelo alto.

Renan: 5,5
O zagueiro mais exigido, travando boa disputa com Ademir.

Gabriel Menino: 2,0
Desastroso. Abel não dormirá até 27/11 sabendo que sua opção para a lateral-direita é ele.

Felipe Melo: 3,0
Fez um jogo muito abaixo da média. Para piorar, cometeu o pênalti no fim.

Patrick de Paula: 5,0
Dessa vez dividiu as jogadas com vontade, mas faltou objetividade.

Raphael Veiga: 4,0
Jogou?

Jorge: 5,0
Em tese, teria liberdade para atacar, mas mal passou do meio-campo.

Dudu: 5,0
Deu o passe para o gol de Rony, mas poderia ter rendido mais.

Rony: 6,5
Fez o gol e foi o melhor Palmeirense em campo. Pelo menos no quesito vontade e seriedade, o que tem faltado à maioria do elenco.

Veron, Wesley, Deyverson, Scarpa e Danilo Barbosa entraram logo depois do empate do América. Scarpa e Danilo não comprometeram, por isso ficam sem nota. Deyverson foi bem no lance do passe para Veron, que não conseguiu dominar uma bola fácil. Depois Wesley perdeu o gol do 2 a 1 por displicência. Nota 2,0 para os garotos e 5,0 para o veterano.

Abel Ferreira: 4,0
Vive dizendo que o 3-5-2 não é defensivo, mas o que vimos em campo, especialmente no primeiro tempo, foi um Palmeiras extremamente cauteloso. E diante de um adversário mediano, ou seja, não justificava. No segundo tempo a postura do time melhorou. A derrota aconteceu novamente por falhas do sistema defensivo e por interferência direta da arbitragem. Se Vuaden não fosse o árbitro, possivelmente estaríamos discutindo uma vitória sem brilho, mas os 3 pontos eram certos.