Por Eduardo Luiz
27/08/2023, 20h34

Meia marcou de falta e Palmeiras venceu por 1 a 0; resultado mantém time de Abel Ferreira como principal perseguidor do líder – distância de 11 pontos foi mantida.

Golaço de Raphael Veiga garante vitória sobre o Vasco no Allianz Parque
(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Primeiro tempo

Com força máxima, exceção feita a Zé Rafael, suspenso, o Palmeiras iniciou o jogo pressionando o Vasco. Logo aos 3 minutos Rony recebeu de Artur, fintou seu marcador e bateu no canto esquerdo baixo do goleiro, que foi buscar. Aos 4, Dudu foi à linha de fundo e cruzou rasteiro buscando Rony, mas Medel se antecipou.

Aos 7 minutos Piquerez pegou rebote da zaga e tentou um chute de primeira, mas errou o alvo por muito. A primeira investida do Vasco surgiu aos 8 minutos: Serginho cruzou e Vegetti escorou de cabeça, nas mãos de Weverton. Aos 15 uma jogada parecida: após cruzamento da esquerda, Vegetti tentou encobrir Weverton, que saiu mal do gol; Murilo salvou, mas na sobra Paulinho acertou belo chute. O gol, no entanto, foi corretamente anulado por impedimento de Vegetti na primeira jogada.

Depois do susto, o Verdão diminuiu de intensidade e só voltou a incomodar a defesa adversária aos 26 minutos: Raphael Veiga fez boa jogada individual e cruzou para a área; Artur dominou mas se desequilibrou ao sofrer um carrinho; a bola sobrou para Ríos, que chutou rasteiro, parando em outra boa defesa de Léo Jardim. O árbitro entendeu a jogada como normal, assim como o VAR.

Na reta final do primeiro tempo Dudu torceu o joelho direito e precisou ser substituído. Breno Lopes entrou em seu lugar. Aos 47, Mayke cruzou para Rony, mas Medel conseguiu um desvio providencial. Na cobrança de escanteio executada por Veiga, Ríos desviou rente ao travessão.

continua após a publicidade

Segundo tempo

Sem mudanças, o Palmeiras voltou para a etapa final tentando reimprimir o ritmo forte do começo do primeiro tempo. No primeiro minuto Raphael Veiga arriscou um chute de média distância, mas o goleiro estava atento. Aos 7, Artur descolou ótimo passe para Rony, que mesmo inteiro na jogada e livre de marcação o camisa 10 escorou nas mãos de Léo Jardim.

Aos 11 minutos Artur passou por Lucas Piton e cruzou para Rony, mas Maicon interceptou. Aos 14, Piquerez cruzou, a bola desviou e sobrou para Artur, mas o atacante se atrapalhou na hora de finalizar e perdeu grande chance. Dois minutos depois Raphael Veiga girou pra cima da marcação e bateu por cima.

Melhor em campo, o Verdão enfim conseguiu abrir o placar aos 19 minutos: Breno Lopes sofreu falta no “bico” da grande área e Raphael Veiga cobrou com perfeição, no ângulo esquerdo do goleiro. Golaço! 1 a 0. Empurrado pela torcida, o Palmeiras quase fez o segundo gol aos 23: Artur driblou seu marcador e cruzou/bateu; o goleiro cortou no susto. No contra-ataque o Vasco conseguiu a primeira finalização do segundo tempo, mas o chute de Alex Teixeira não assustou a meta de Weverton.

As primeiras alterações promovidas pelo técnico Abel Ferreira aconteceram aos 26 minutos: Ríos e Artur deram lugar a Fabinho e Marcos Rocha, respectivamente. Mayke virou ponta, mesma posição que desempenhou contra o Deportivo Pereira. A partir das trocas o Verdão diminuiu a intensidade, mas sem perder o controle da partida.

Aos 39 minutos Mayke tabelou com Raphael Veiga, chutou forte e parou em ótima defesa do goleiro. Aos 48, Raphael Veiga arriscou de fora da área e errou o alvo. Logo depois Abel fez mais duas alterações: Rony por López, e Menino por Luan. Em função das mexidas o árbitro deu mais dois minutos de acréscimo, totalizando 8. Nos momentos finais do jogo o Verdão tratou de defender o resultado como um prato de comida.

Com a vitória em casa o Palmeiras vai a 40 pontos e se isola como principal perseguidor do líder Botafogo, que foi a 51 pontos ao derrotar o Bahia no Rio de Janeiro.

Quarta-feira (30/8), às 21h30, o Verdão recebe o Deportivo Pereira pelo jogo de volta das quartas de final da Libertadores.

Notícias relacionadas:

Mais lidas do PTD:

1. Notas de Boca Juniors 0 x 0 Palmeiras

2. Covarde, Palmeiras joga para não perder na Bombonera e atinge objetivo

3. Abel diz que surpreendeu Boca com esquema e aposta no fator casa para Palmeiras se classificar

4. Palmeiras pode propor parceria à Samsung para quitar dívida deixada por Belluzzo

5. Veja o ranking de títulos nacionais após o fim da Copa do Brasil 2023