Por Eduardo Luiz
13/10/2021, 18h25

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

A péssima fase do Palmeiras no Brasileirão não custará o emprego do técnico Abel Ferreira. Quem garante é o presidente Maurício Galiotte, que novamente apareceu via Ge.

“Enquanto eu for o presidente do Palmeiras, o Abel é o treinador do Palmeiras”, avisou o mandatário Palmeirense, que deixará o cargo no final do ano (terá Leila Pereira como sucessora – é candidata única na eleição de 20/11).

“Ele tem contrato até o fim do próximo ano, teremos uma mudança de gestão e obviamente serão feitas várias reflexões, o planejamento já se iniciou. Algumas definições serão feitas em dezembro, de alguns jogadores, sobre renovações, reforços, tudo isso. Temos tratado, temos falado. O Palmeiras como todos os clubes tem carências, existem ajustes a serem feitos no elenco. Como estou deixando o clube, encerrando o ciclo em dezembro, isto precisa ser feito a quatro mãos com a próxima gestão” completou Galiotte.

Sobre o momento atual do time, que não vence há 5 rodadas no Campeonato Brasileiro, o presidente comentou: “Temos consciência, sabemos que não estamos entregando uma performance ideal, mas o Palmeiras tem condição de fazer muito mais e muito melhor. Temos um elenco competitivo, temos qualidade, jogadores de seleção, temos estrutura, alguns atletas consagrados, alguns jovens talentos da base, tudo que a gente precisa para poder fazer melhor o que estamos fazendo” encerrou.

Abel Ferreira está no Palmeiras há pouco mais de 11 meses; no empate com o Bahia o português e sua comissão técnica completaram 94 jogos jogos a frente do time (48V – 22E – 24D), com 2 títulos conquistados (Libertadores e Copa do Brasil).