Por Eduardo Luiz
06/02/2023, 18h29

(Foto: Paloma Cassiano/Palmeiras)

Palmeiras e São Paulo emitiram uma nota oficial em conjunto no final da tarde de segunda-feira para avaliarem a experiência ocorrida no sábado, quando o Verdão alugou o Morumbi para mandar o clássico contra o Santos, pelo Campeonato Paulista.

Ressaltando que não houve intercorrências de violência ou de dano de patrimônio, tanto a presidente Leila Pereira quanto o presidente Julio Casares fizeram uma avaliação positiva do fato, e aproveitaram para sugerir o fim da torcida única em clássicos, o que acontece desde 2016.

Leia abaixo a nota:

“As diretorias da Sociedade Esportiva Palmeiras e do São Paulo Futebol Clube vêm conjuntamente a público celebrar o sucesso da operação que viabilizou a realização do clássico de sábado (04) no Estádio do Morumbi.

Após vistoria extensiva, acompanhada por representantes técnicos dos dois clubes, em toda a área de circulação de público e estafe do Cícero Pompeu de Toledo, não foram constatados danos significativos nas dependências do estádio.

Na avaliação das Presidências de ambas as agremiações, o saldo positivo do evento contribui para que, futuramente, os clássicos estaduais voltem a ser disputados com a presença de duas torcidas.

“A rivalidade deve se restringir ao campo de jogo. Fora dele, os clubes têm interesses em comum e precisam trabalhar coletivamente em busca de melhorias para a indústria do futebol. Se quisermos transformar o futebol brasileiro em um produto mais atraente para todos, a civilidade e o respeito devem prevalecer”, disse Leila Pereira, presidente do Palmeiras. “Agradeço à diretoria do São Paulo, pela forma como fomos recebidos no Morumbi, e à torcida palmeirense, pelo comportamento exemplar demonstrado na casa de um rival.”

“O futebol paulista sai vitorioso após este fim de semana. São Paulo e Palmeiras mostram que é possível a convivência pacífica entre rivais históricos, deixando a disputa acirrada apenas para dentro de campo nos jogos entre os times. Queremos que este momento seja um marco para o futebol paulista. Entendemos também que o esporte deve ser visto como entretenimento e lazer. Vamos seguir trabalhando pelo bem do futebol brasileiro e para fortalecer os clubes”, afirmou Julio Casares, presidente do São Paulo FC.

Os clubes também agradecem o apoio e o envolvimento da Polícia Militar, da Federação Paulista de Futebol e das demais autoridades competentes, fundamentais para que o evento tenha sido bem-sucedido.”