Por Eduardo Luiz
19/10/2020, 18h20

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Expulso no acréscimo do jogo de domingo contra o Fortaleza, no Castelão, o zagueiro Gustavo Gómez será desfalque na próxima rodada do Brasileirão, domingo, contra o Atlético-GO, mas pode pegar um gancho pesado, isso porque o árbitro Marcelo de Lima Henrique relatou na súmula ofensas a ele e um de seus assistentes.

“Fui informado pelo árbitro assistente 1, sr. Rodrigo Figueiredo Henrique Correa, que após a aplicação do cartão amarelo por reclamação para o atleta citado (Gustavo Gómez), ele o ofendeu com as seguintes palavras: ‘vai tomar no c…’. Após a apresentação do cartão vermelho, o citado atleta correu em direção ao assistente 1, com o intuito de confrontá-lo, sendo contido por seus companheiros. Já estando fora de campo, proferiu as seguintes palavras direcionadas para mim: ‘vai tomar no c… você também” escreveu o árbitro.

A procuradoria do STJD ainda não ofereceu denúncia, mas Gómez deve ser enquadrado no artigo 243-F do CBJD (ofensa a arbitragem), que prevê suspensão de 1 a 6 partidas, além de uma multa de R$ 100,00 a R$ 100 mil.

Problema: com a suspensão de Gómez, o Palmeiras terá apenas Emerson Santos e Renan de zagueiros à disposição para o jogo contra o Atlético-GO. Suspenso na última rodada do Brasileiro, o volante Felipe Melo estará novamente à disposição e pode voltar a ser improvisado na posição, uma “invenção” do ex-técnico Vanderlei Luxemburgo.