Por Eduardo Luiz
28/11/2020, 20h45

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Depois do Verdão vencer com autoridade o Athletico-PR, que vinha de 4 jogos de invencibilidade, o técnico Abel Ferreira dedicou o resultado ao volante Ramires, que no dia anterior chegou a um acordo com a diretoria para uma rescisão amigável.

“Prometemos que iríamos ganhar para o Ramires. Então, o jogo inteirinho é do Ramires” iniciou o treinador, para logo em seguida deixar subentendido que o jogador Não soube lidar com as críticas.

“As redes sociais são uma droga. Julgamos as pessoas sem conhecermos. Ramires é um ser humano fantástico. Passou um momento ruim na sua carreira, mas desde a minha chegada, ajudou muito a nossa equipe, e só fez esses últimos jogos porque pedi” completou.

Abel voltou a falar que confiava na recuperação do futebol de Ramires, mas disse entender sua decisão: “Eu ainda acreditava que este “patinho feio” iria virar “cisne”, mas já era uma decisão tomada entre ele e o clube. Eu respeito. Ele tem uma carreira absolutamente extraordinária, jogou em grandes clubes da Europa, seleção… O acordo que ele aceitou, é algo de homem” encerrou.

Com a vitória sobre o Athletico-PR o Palmeiras chegou a 37 pontos no Brasileirão e diminuiu a diferença para o líder Atlético-MG, que tem 42 pontos, mas com 1 jogo a mais (23 x 22).