Por Eduardo Luiz
11/03/2022, 01h08

(Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Depois do Verdão derrotar o São Paulo no Morumbi e confirmar a classificação para as quartas de final do Campeonato Paulista, o técnico Abel Ferreira analisou a atuação do time, que começou melhor, mas que depois viu o adversário crescer. O português explicou essa postura.

“Acima de tudo gostei muito dos primeiros 15 minutos. A equipe entrou com muita personalidade, com muita confiança. Foi um grande jogo contra uma grande equipe. O São Paulo tem uma equipe com muita qualidade. Às vezes as pessoas não conseguem avaliar a qualidade técnica dos jogadores, dos elencos. Já joguei contra muitas equipes, e essa é uma das equipes que pode brigar pelo Paulista”, iniciou o treinador.

“Foi um jogo nos primeiros 15 minutos, e depois, como estávamos com vantagem, entrou o fator mental. Não conseguimos ser tão fortes nos gatilhos de pressão. Sabíamos que o adversário iria reagir ao gol sofrido. Mas quando tínhamos bola precisávamos continuar com a mesma atitude mental, com a mesma coragem”, completou.

Satisfeito com a solidez do sistema defensivo, Abel reprovou a queda de produção depois do gol: “O adversário meteu uma bola na trave e a única forma que criou perigo foi com chutes de fora. Estivemos muito bem posicionados. Foi um jogo parecido com o que o São Paulo fez contra o Corinthians. Gostei do nosso jogo defensivo, mas quando tivemos a bola faltou passar a bola, faltou a linha de passe, como foram os primeiros 15 minutos. Depois do gol nos defendemos, não é isso que queremos, precisamos melhorar, mas não podemos esquecer que é clássico” encerrou.

O Verdão terá pouco tempo para comemorar a vitória no clássico, já que no domingo tem outro, contra o Santos, às 18h30, no Allianz Parque.